Pedestre ganha travessia em Casa Forte

Parece que, finalmente, a Cttu lembrou dos pedestres que transitam por Casa Forte, bem pertinho do Plaza Shopping. Isso porque o risco era grande para pessoas  que, com dificuldade de locomoção,  tentavam atravessar a Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti. Com as mudanças no trânsito daquela área, a via ganhou duas mãos, deixando em perigo a vida de quem passa a pé pelo local.

É que bem pertinho da Avenida Dezessete de Agosto, há uma calçada em forma de triângulo no meio da Leonardo Bezerra Cavalcanti, com quase meio metro de altura. Sem nenhum acesso para cadeirante, idosos, ou  pessoas que precisem de muletas. E muitos gente ficava disputando espaço  no asfalto, com os carros, vindo em duas direções. Um perigo grande.

Mesmo antes de concluído o corte no triângulo de concreto, pedestres já estavam utilizando o local para travessia.

 

A Prefeitura deu um corte em forma de T no triângulo de concreto, o que permite que as pessoas agora se protejam do trânsito com mais facilidade, ao atravessar a Leonardo Bezerra Cavalcanti, na esquina com a Dezessete.  Ou mesmo, para chegar à Dezessete, no caso de querer atravessa aquela movimentada via da Zona Norte.

No entanto, tanto moradores de Casa Forte e bairros vizinhos quanto os guardas de trânsito se queixam da inexistência de semáforo para pedestres, que ficam confusos, ao atravessar, pois geralmente acorrem a ajuda dos agentes ou guardas de trânsito. Mas até estes relatam as dificuldades de atravessar a rua. Dois deles me disseram que já enviaram relatos à Cttu, para que tome uma providência: colocar, urgentemente, sinal de três tempos, com  o bonequinho verde, para orientar os pedestres no semáforo de número 346, que fica justamente na extremidade do triângulo agora reformado.

Leia também:

Pedestre  ainda sofre em Casa Forte
Trânsito muda em Casa Forte

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.