Esgoto incomoda no Espinheiro

O bairro é nobre. Um dos mais valorizados do Recife. Era conhecido, também, por ser um dos mais arborizados da nossa cidade. Tanto que durante a audiência pública que se realizou na Câmara Municipal, no último dia 7 de dezembro, foi entregue às autoridades um documento com cem assinaturas, pedindo a volta dos “túneis verdes”, que tanto deram fama ao local.

Hoje, no entanto, os moradores não reclamam só do corte exagerado, podas e mutilações em sua vegetação. Queixam-se, também, do despejo de esgoto no meio das ruas. Pelo menos, é o que está acontecendo na Rua Conselheiro Portela, uma das mais movimentadas daquela localidade. De acordo com a moradora Verônica Silva, o derrame é “permanente”. E o mau cheiro, claro, insuportável.

“São vários pontos de esgoto estourado, e a gente pagando conta de água em dobro por um saneamento capenga”, reclama. Capenga mesmo. Em pleno século 21, o Recife ainda se defronta com essas cenas, pois só 30 por cento da cidade tem saneamento. E onde há, é com essa qualidade. A Compesa, aliás, tem deixado a desejar.

No bairro de Apipucos, a empresa rasgou grande trecho da Avenida 17 de Agosto, para colocação de tubulações para abastecer a Vila do Areal e proximidades. Pois o asfalto continua sem reparo. E na Praça de Apipucos, onde a tubulação passou, a buraqueira parece que vai ficar.  Arrancaram os paralelepípedos,  levaram as pedras e não trouxeram mais para repor. E agora?  É bagaceira demais para o meu gosto. Alô, alô, Compesa, cadê a excelência do serviço?

Leia também:

Apipucos pede socorro
Espinheiro quer túneis verdes
Contra as “clareiras” do Espinheiro
Passa Disco agora é no Espinheiro
Consumo consciente na XepaCult
Parem de derrubar árvores (32)
Parem de derrubar árvores (72)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Verônica Silva/ Cortesia

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.