Artesão tem chance no carnaval

Geralmente o carnaval  rende um bom dinheiro para os artesãos.  Principalmente para aqueles que produzem adereços coloridos para os foliões: máscaras, colares, chapéus, óculos decorados, fantasias.  Então, um  aviso: os artesãos cadastrados no Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Artesanato do Recife (Prodarte) com interesse em vender seus produtos durante o Carnaval de 2018 têm até a próxima terça (12) para fazer suas inscrições.

Serão disponibilizadas 30 vagas para o estande do programa, que ficará situado na rua Domingos José Martins, ao lado do Paço do Frevo, no Bairro do Recife. Os profissionais devem comparecer à sede do Prodarte, no térreo do edifício-sede da Prefeitura do Recife, e apresentar entre 3 e 5 produtos de sua própria autoria, que serão avaliados por uma curadoria especializada. As peças precisam ter temática carnavalesca. Para participar, é necessário ser cadastrado e já atuar no Prodarte.

Vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, o Prodarte fomenta o artesanato do Recife, por meio do apoio aos artesãos cadastrados, do fortalecimento da geração de renda e da divulgação cultural do município. A equipe do Prodarte orienta e apoia a produção artesanal, bem como facilita o acesso a feiras e capacitações.

Leia também:
Carnaval  está em discussão
O São João virou um carnaval
Já é carnaval 
 Viva o carnaval alternativo

Informações para os artesãos: 3355-8755, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.