Espinheiro quer “túneis verdes”

Arquiteto, urbanista, consultor e caminhante – já rodou cerca de 10.000 quilômetros do Recife a  pé – Francisco Cunha quer retomada de “túneis verdes” no bairro do Espinheiro, que já foi um dos mais arborizados da nossa cidade. Ele até citou a expressão “arboricídio”, muito utilizada no #OxeRecife, para dizer que o bairro está sofrendo um verdadeiro “sombricídio”. Ou seja, com a eliminação das árvores, está sobrando sol causticantes para os pedestres daquela área.

Por esse motivo, ele foi fez a entrega de documentado referendado por 100 assinaturas, para solicitar à Prefeitura que – em termos de sombra – o bairro possa voltar ao que era no passado. “A poda excessiva e a erradicação sem o plantio provocaram o desaparecimento do efeito túnel do bairro”, que tanto caracterizava o Espinheiro. O documento foi entregue ao Secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, Bruno Schwambach. “Precisamos, urgente, de um plano de manejo para o Espinheiro”, afirmou Francisco Cunha. “O Espinheiro merece o sombreamento”.

Francisco Cunha diz que moradores querem o retorno dos chamados “túneis verdes” para o Espinheiro: “Sombricídio”

Ele lembrou que até repartições que vêm sendo construídas no bairro eliminam as árvores das calçadas. O #OxeRecife já fez o devido registro de árvores belíssimas suprimidas naquele bairro, por conta de edificações, sejam públicas ou privadas. Uma delas foi a da foto superior desse post, que ostentava até as cicatrizes da motosserra insana. As colocações  do consultor foram feitas em audiência pública, realizada hoje na Câmara Municipal do Recife, para discutir a polêmica “arborização” de nossa cidade. O encontro aconteceu no Plenarinho, por iniciativa do vereador Jayme Asfora (PMDB).

Além de Francisco Cunha e do próprio vereador, compuseram a Mesa, representantes da Celpe, Emlurb e Secretaria do Meio Ambiente. Participaram das discussões: Bruno Schwambach (Secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente), Maurício Guerra (Secretário Executivo de Meio Ambiente do Recife),  José Carlos Vidal (Diretor de Praças,Parques e Áreas Verdes da Emlurb) e ainda Thiago Caires (Gerente de Meio Ambiente da Celpe). Sim, esqueci de mim. Também fiz uma apresentação sobre o arboricídio, totalmente comprovado com fotografias já veiculadas aqui no meu, no seu, no nosso #OxeRecife. O encontro foi presidido por Jayme Asfora.  “A aridez das áreas sem arborização diminui o índice de caminhabilidade da cidade e piora a qualidade de vida das pessoas”, disse o vereador.

Leia também:

População acusa arboricídio no Recife
Arboricídio mobliza Câmara Municipal
Lei para conter arboricídio
Compensação pelo arboricídio
“Parem de derrubar árvores”
Parem de derrubar árvores (45)
As saudáveis caminhadas de domingo 
O ar refrigerado da mata sob o sol

“Pulmão” protegido no Grande Recife
As  25.000 multas morais de Francisco

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *