Sugestão para o “Olha!Recife”

Já está bom do Olha! Recife – o programa de sensibilização turística da Prefeitura – ficar atento a algumas iniciativas interessantes que ocorrem na cidade, e que podem agradar não só ao turista como aos próprios recifenses,  que  tanto gostam de conhecer melhor o local onde vivem. Uma delas é a visita guiada que vem ocorrendo com certa frequência, na Faculdade de Direito do Recife.

A FDR funciona em imponente e histórico edifício do início do século 20, que muita gente da nossa cidade nunca, sequer, visitou. Nessa terça-feira (6), tem mais uma edição do “passeio”, a terceira. Mas o grupo, infelizmente,  já está completo. A visita guiada faz parte do Projeto A Ufpe nasceu aqui – 190 anos da Faculdade de Direito, que é coordenado por Jonathan Félix de Carvalho.

Porque 190 anos da FDR, se o prédio foi concluído em 1911? Porque o Curso de Direito do Recife está entre os dois mais antigos implantados no País, há quase dois séculos. E toda essa história é relatada aos curiosos. A visita com presença de monitores  surgiu como uma aba de outra importante iniciativa, o Projeto Memória Acadêmica da FDR, este coordenado pelo Professor José Humberto Carneiro Filho.

Além de guia que descreve a importância arquitetônica do prédio, os visitantes ainda desfrutam de verdadeira aula de história, animada por atores e o violino de Aglaia Costa. Não é formidável?  Ao todo, são seis estações: Anfiteatro, Diretório Acadêmico, Espaço Memória, Galeria de ex-diretores, Salão de Espelhos e Salão Nobre. Depois, contarei aqui, bem direitinho e com detalhes, como é a visita guiada. Mas acho essa iniciativa nota dez. O Olha! Recife até já esteve lá, na programação deste ano. Mas com visita guiada por quem entende muito do assunto, claro, que é muito melhor. Informações pelo telefone 21267868.

Leia também:

Relíquia achada na Faculdade de Direito
Faculdade de Direito comemora história
Os 190 anos da Faculdade de Direito
Olha! Recife é na Faculdade de Direito Direito, pau-brasil, memória e violino
As guardiãs de 190 anos de memória
Pierre Bourdieu em discussão na Faculdade de Direito

Texto e foto: Letícia Lins

 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *