Intervenções por um Recife melhor

Está começando o REC’n’Play.O nome é complicado, mas é interessante e tem objetivo justo. Aliás, necessário. Trata-se de um festival de experiências digitais criativas, com eventos nas áreas de educação, entretenimento e geração de negócios. Por esse motivo, o bairro do Recife está transformado em uma ilha de inovação. Serão mais de 180 atividades, que envolvem também, tecnologia, empreendedorismo, fotografia, música, design, games e entretenimento. O objetivo principal é promover conexões com a cidade e deixar um legado para os participantes, com consequências práticas no cotidiano das escolas, startups, empresas públicas e privadas. Em outras palavras: colher ideias para uma cidade mais inteligente e mais sustentável. O festival  acontece no bairro do Recife. E é realizado pelo Porto Digital, em parceria com o Grupo Duca e a Ampla Comunicação.

Em sua primeira edição, a organização do Festival convidou o Inciti/Ufpe para pensar a curadoria da trilha Cidades Inteligentes e Sustentáveis. E isso é bom para o Recife, que precisa, urgentemente, pensar no seu presente e mais ainda no seu futuro. Ou seja, se planejar para ser uma cidade inteligente e sustentável, daquelas que a gente teria orgulho de morar. E é aí que entram, também, as reflexões do Campus de Pensadores Urbanos. Eles já começaram a se reunir desde ontem,  portanto, antes do inicio da REC’n’Play, para discutir a questão das águas e sua sustentabilidade. E o Recife precisa muito refletir sobre isso: tem um lindo rio, o Capibaribe, totalmente poluído. O outro, o Beberibe, com situação ainda pior do que a do primeiro. Seus riachos viraram canais infectos, e nem 30 por cento da cidade tem saneamento. Resultado: vai que não presta para as águas. Portanto, precisamos de soluções práticas, baratas e inteligentes para esse problema. Sem resolver isso, não pode se dizer que somos uma cidade sutentável, digna de século 21. E muito menos inteligente.

Aquelas discussões se integram à trilha Cidades Inteligentes e Sustentáveis, cuja curadoria é do Inciti. E vamos ter intervenções urbanas. A rua Domingos José Martins se transforma em laboratório para pensar e prototipar as cidades inteligentes e sustentáveis. Nos dias 1º e 02 de dezembro (sexta e sábado), a rua, que é utilizada como estacionamento, ganha prototipagem de mobiliários urbanos para a sua ocupação, com espaços de convivência e de lazer. A sede do INCITI (Rua do Bom Jesus, 191), também acolhe algumas atividades. A partir de uma chamada pública com curadoria do INCITI / UFPE, foi criada uma programação colaborativa com atividades propostas por cidadãos, ativistas, artistas e profissionais de diversas áreas. O acesso a toda programação é gratuito. Confira abaixo a programação ou acesse o site http://inciti.org/aguas/ Anote os locais onde acontece o REC’n’Play: Praça do Arsenal, Marco Zero, Rua da Moeda, Rua Domingos José Martins, Teatro Apolo e Centro Cultural dos Correios. As praças do bairro do Recife também serão ocupadas por várias atividades. O Recife tem experiências de esforço de sustentabilidade.  O #OxeRecife selecionou links de algumas delas, implantadas em bairros como Poço da Panela, Casa Amarela e Sítio dos Pintos. Veja o Leia também abaixo.

Leia também

Ideias para um Recife mais sustentável
Sementes que brotam na Zona Norte
A felicidade coletiva do Jardim Secreto
História do Jardim Secreto para Crianças
Casa Amarela cada vez mais cidadã
Ocupar para não degradar
“Flores” para o Rio Capibaribe
Entre a horta urbana e a insegurança
Sítio dos Pintos conta a própria história
Riachos podem ser recuperados
Em defesa das águas do Nordeste

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / Inciti-Ufpe

Compartilhe

Um comentário

  1. Não acredito em jornalismo oficial, nem oficioso. Pode até haver boa fé. Este evento é patrocinado pelos governos municipal e estadual. Mais outro motivo : é mais uma propaganda que não vai dar em nada de concreto pra população, a não ser alguns momentos. Apenas projeção dos organizadores.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *