As vacas do sucesso no Olha! Recife

Essas vaquinhas coloridas da Cow Parade –  uma das maiores exposições de arte contemporânea ao ar livre do mundo – estão mesmo dando o que falar. Onde chego, tem gente fazendo comentários. Vejo homens, mulheres, adultos, crianças, todos falando das bovinas que povoam o Recife, da Zona Norte à Zona Sul. Pode ser no Pilates, na praia, no táxi, no Uber, até na Igreja, todo mundo tem alguma coisa a elogiar ou reclamar. Tem vaca que parece “vudu”, tem quem ache de mau gosto a vaca bolo de rolo, e quem reclame da vaca cinzenta e triste, que está no Parque da Macaxeira. Também tem quem elogie a Bebeth (em Boa Viagem), a mais florida.

A maior parte das que vi têm a ver com representações da cultural local.  E isso é muito bom. Há vaca que lembra bolo de rolo, como a que está no Mercado da Encruzilhada, que embora pareça esquartejada, vem despertando a maior empatia do público. Tem outra que remete ao Homem da Meia Noite (principal ícone do carnaval de Olinda), em Boa Viagem, na Zona Sul. Ou aquelas que reproduzem a cultura da caatinga, vistas em vários pontos da cidade. E também uma outra, linda, que está na Avenida João de Barros, que nos remete rapidamente ao Alto do Moura, onde fica o maior centro de arte figurativa das Américas, e no qual trabalha no barro uma multidão de discípulos de Vitalino. A CowParade despertou tanto a simpatia da população, que virou roteiro o Olha! Recife, o programa de sensibilização turística da Prefeitura.

A Vaca da Meia Noite é logo reconhecida como o maior o ícone do carnaval de Olinda. Ela está na calçada, em Boa Viagem.

“As vacas em fibra de vidro pintadas por artistas locais ocupam espaços da cidade e já fazem o maior sucesso com moradores e turistas, que não perdem a oportunidade de fazer uma foto com as esculturas coloridas”, informa a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, ao anunciar o roteiro desse sábado (11), que será um circuito por  por algumas destas vacas, com oportunidade de fazer poses e fotos nelas. O passeio será de ônibus, e sairá às 14h da Praça do Arsenal. São oferecidas 50 vagas gratuitas. A iniciativa é da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer.

Os inscritos poderão conhecer alguns exemplares que estão no centro da cidade e vão até o Mercado da Encruzilhada, onde fica uma das mais disputadas peças: a vaca de rolo. O passeio segue também até o Parque Dona Lindu e orla de Boa Viagem, visitando parte da exposição e aproveitando o cenário da cidade. Agora, é bom correr para se inscrever. Porque quando o circuito é de ônibus ou de barco, as vagas não chegam para quem quer. As inscrições abrem nesta sexta-feira (10), a partir das 9h e podem ser feitas através do site do projeto (www.olharecife.com.br). A  CowParade já passou por 78 cidades no mundo, e o Recife é a primeira do Nordeste do Brasil a recebê-la. Além de incentivo e divulgação da arte, a exposição tem outro objetivo nobre: ao final da mostra, a vacas serão leiloadas, e o dinheiro doado a três instituições filantrópicas (Movimento Pró-Criança, Casa do Amor e Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer. Ou seja, as vaquinhas são ainda mais lindas do que parecem.

Leia também:

CowParade: vandalismo ou preconceito
Relíquia religiosa no Olha! Recife
Minha tarde no Olha! Recife
Minha tarde no Olha! Recife (1)
Cidade assombrada no Olha! Recife
Zoo noturno mal assombrado. Ui, ui
Mais assombração no Olha! Recife
Poesia e herança árabe, no Olha! Recife

Serviço:
Olha! Recife de Ônibus (Sábado)
Dia: 11/11
Hora: 14h
Saída: Praça do Arsenal da Marinha (Posto de Informações Turísticas)Para o passeio, os participantes podem doar um quilo de alimento não perecível. As doações serão destinadas às instituições sem fins lucrativos da cidade.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Letícia Lins e Andrea Rego Barros/ Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *