A sambista da terra do frevo

Danada, essa Carla Rio. Sambista, na terra do frevo. Neste final de semana, a pernambucana faz show em um dos cartões postais de João Pessoa, apresentando-se em um palco montado no Parque da Lagoa Solón Lucena, um dos locais mais emblemáticos da capital paraibana. A apresentação ocorre neste sábado (4), a partir das 19h. A festa faz parte da comemoração do Dia Nacional da Cultura. O acesso é gratuito.

Irmã do cantor André Rio, Carla é filha do compositor Alírio Moraes. Nasceu, portanto, em uma família musical. A avó tocava cinco instrumentos, o que fez com que a casa sempre fosse um ponto de encontro para muitos artistas. Advogada, a sambista resolveu se dedicar ao ritmo por influência do pai, compositor de samba dos Donzelos de São José, Traquinas de São José, Donzelas, Estudantes de São José.

Carla Rio lançou seu primeiro álbum, em 2017. Ele se chama De Olho no Samba, e tem direção musical do ex-exaltassamba Chrigor.    “Meu pai tocava e era compositor de frevo e de samba. Meus irmãos tocam, compõem, cantam”, diz. E acrescenta: “Desde criança, a minha casa sempre foi um local de festa, rodas de samba e seresta”.

Seu repertório é diversificado. E traz canções de grandes nomes do samba nacional, como João Nogueira, Jorge Aragão, Candeia, Cartola, Arlindo Cruz e nomes da Música Popular Brasileira como João Bosco. No show, ela canta músicas do seu mais novo trabalho Deixa Assim/Tá comendo só feijão, um partido alto, de autoria de Chrigor Lisbo, música que eles fazem dueto no álbum. Carla Rio é quem, é gente.

Leia também:

Carla e André Rio agitam Creperia Rouge
Samba e brega em Boa Viagem
Dupla movida a frevo e samba
Josildo Sá: forró, frevo e romantismo

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Sérgio Altenkirch / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *