Sementes que brotam na Zona Norte

Finalzinho de semana bom, de deixar qualquer um em estado de graça. Na sexta, assisti 50 anos de Música, com MPB4, Toquinho e Ivan Lins. Ou seja, repertório da melhor qualidade. E no sábado, vi um superespetáculo no Cais da Alfândega, Nada será como antes. É um musical maravilhoso, que pinça nada menos de 28 pérolas da trajetória de Milton Nascimento. Entre elas, Travessia, Que bom amigo,  Encontros e Despedidas, Canção da América, Coração de Estdante, Cais. E, claro, Nada será como antes. Um show mais do que perfeito. E o que é melhor, ao ar livre e com acesso gratuito. E esse domingo tem tudo para ser  mais um dia feliz,  com a cidade repleta de boas intenções. Da Zona Norte à Zona Sul, temos iniciativas agregadoras, fraternas, cidadãs, organizadas pelas próprias comunidades

Em Casa Amarela, na Zona Norte, tem a Domingueira da Horta Comunitária, com venda de mudas, feira orgânica, comidinhas típicas e até forró comandada por Cirlene Menezes. A Horta é iniciativa dos próprios moradores. Cansados de esperar pelo poder público e de ver um terreno cada vez mais degradado com lixo, eles resolveram ocupar o espaço e implantaram uma horta comunitária, com ervas aromáticas e medicinais. Que, aliás, já estão brotando. Um exemplo bom, de “sementes” férteis. A horta fica perto do Sítio Trindade, entre as ruas Professor José dos Anjos  e a Professor Souto Maior. A festa vai durar de 10h às 16h. Também na Zona Norte, o Jardim Secreto vai terá momento muito legal de paz e harmonização, no final da tarde. Ou seja, acaba uma confraternização, começa  outra, nesse lado da cidade onde resido desde que nasci.

É preciso que iniciativas como a Horta Comunitária de Casa Amarela se espalhem pelo Recife, onde lixo é mato.

O Jardim Secreto fica no Poço da Panela. E como a Horta de Casa Amarela, existe por iniciativa da comunidade, que é bem organizada no bairro. Tem até Associação de Moradores e Amigos do Poço da Panela (Amapp), que reuniu forças para transformar em espaço de convivência um terreno de 3 mil metros quadrados, que estava virando um lixão à margem do Rio Capibaribe. A implantação do Jardim vem integrando mais ainda os moradores das duas margens do Rio. E a experiência vem se transformando em uma felicidade coletiva, que faz bem a todos. Hoje à tarde, mais um momeno feliz e de paz, pois haverá até meditação.  Vai ter oficina de confecção de jamapala (16h), Roda de Mantras e Canções Sagradas com ensaio e canto devocional (17h), Meditação de encerramento (18h). A atividade contará com duas facilitadoras, as psicoterapeutas  Natália Tavares e Sheila Gomes. “O Jardim Secreto é construção, aprendizado e vivência coletiva”, lembra Raynaia Uchoa. Ela é moradora do Poço da Panela  e está engajada na implantação do Jardim Secreto, que fica ao final da Rua Marquês de Tamandaré.

“Nesse processo de construção do espaço, sentimos cada vez mais necessidade de nos conectarmos com energias positivas, que elevam nosso espírito e nos guiam para um caminho de sabedoria, espiritualidade e luz”. Que bom, que se espalhem todas essas boas intenções, essas energias, esses exemplos de cidadania em Casa Amarela e no Poço da Panela. E na Zona Sul , acontece o Setúbal Literário, outra iniciativa da comunidade. E que é super válida, já que Boa Viagem é o bairro mais verticalizado do Recife. Os encontros de rua são muito bons, porque estimulam a convivência. Na pista local da Avenida Visconde de Jequitinhonha (em frente ao Recife Flat), vai ter programação das 14h30m às 20h. Veja o que fazer:  Oficina de Robótica com a Escola Try and Play (14h30m e 17h15m), Apresentação da Escola de Música Acordes (15h e 16h15m), Dança Flamenga com a Sala Mourisca (16h), teatro infantil (17h), Oficina de Vinhos Itinerantes (18h20m), Lançamento do livro Em Busca do Circo das Sombras, encerramento (20h).

Leia também:

Em busca do Jardim Secreto
A felicidade coletiva do Jardim Secreto
Vaquinha para o Jardim Secreto
História do Jardim Secreto para crianças
Olha! Recife extra no Sítio Trindade
Sítio Trindade tem Ação Social

Texto e fotos: Letícia Lins

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *