Música erudita para todos

Um programão gratuito, para a noite dessa quarta-feira, quando acontece o sétimo concerto do ano, no Teatro Santa Isabel. A audição, só com música erudita, começa a partir das 20h. Como a entrada é free, é bom  chegar cedo, porque os convites começam a ser distribuídos uma hora antes da apresentação, na bilheteria do próprio teatro.

No programa deste mês, o maestro Marlos Nobre colocou uma peça de autoria própria e uma do compositor alemão Johannes Brahms, a Sinfonia nº 2 em ré maior, Opus 73, que foi escrita durante o verão de 1877 na cidade de Pörtschach. A obra fez sua estreia mundial em Viena, no mesmo ano em que foi elaborada. Composta por quatro movimentos, a peça é definida pelo maestro Marlos Nobre como “um dos maiores monumentos da criação sinfônica de todos os tempos”.

Segunda peça do programa, a composição Convergências, Opus 28, foi escrita por Marlos Nobre em 1977, sob encomenda para o 1º Festival Latino americano de Música Contemporânea de Maracaibo, realizado na Venezuela. Ela foi executada pela pela primeira vez pela Orquestra Sinfônica de Maracaibo, com a direção do Maestro Eduardo Rahn. Depois de ser gravada algumas vezes em diferentes lugares do mundo, a composição acabou se tornando uma das mais populares do maestro. A peça começa sombriamente nos graves e, quatro seções depois, é concluída com uma poderosa explosão sonora de toda a orquestra.

Serviço:
Sétimo Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife
Data: Quarta-feira, 20 de setembro
Horário: 20h
Local: Teatro de Santa Isabel, Praça da República, s/n, Bairro de Santo Antônio
Entrada franca
Informações: 3355-3322
Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Andréa Rego Barros / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.