Quadrilhas: do arraial ao palco

Cada vez mais sofisticadas, as quadrilhas deixam os arraiais e ganham os palcos. O Projeto Quartas da Dança  acaba de definir os espetáculos que se apresentam até o final do ano, nos teatros Barreto Júnior e Arraial Ariano Suassuna. E entre os grupos selecionados, dois são de quadrilhas juninas, o Evolução e o Raio de Sol. O  Evolução apresenta o espetáculo Chico vive, enquanto o Raio de Sol vem com Andanças: Louvação a São João.

As apresentações do Quarta da  Dança começam nessa quarta-feira (13) com Chico Vive, no Teatro Barreto Júnior, a partir das 20h. O Quartas da Dança faculta a pauta dos teatros com condições especiais para espetáculos de dança. Os grupos selecionados terão direito à bilheteria das apresentações, pagando apenas 10% da arrecadação pela ocupação dos teatros.O projeto é resultado de uma articulação entre a Prefeitura (por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife) e o Governo de Pernambuco (através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe). E quem ganha é o público.

Além dos grupos Evolução e Raio de Sol, foram selecionados, também, espetáculos  Cia Sopro-de-Zéferino, do Ária Social, Cia Aje de Dança, Grupo Destramelar e Balé Afro Raízes. Abrindo a segunda temporada de 2017, nos dias 13 e 27 de setembro, às 20h, a Quadrilha Junina Evolução apresentará o espetáculo Chico Vive no Teatro Barreto Júnior. O espetáculo mistura diferentes ritmos como coco, maracatu, forró e manguebeat. E mostra mostra a trajetória de vida de Chico Science. As apresentações ocorrem sempre as quartas. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10. Veja a programação completa, para colocar na sua agenda:

Serviço:
Teatro Barreto Junior

Chico Vive (Quadrilha Junina Evolução): 13 e 27 de setembro, às 20h
Andanças: Louvação a São João (Quadrilha Junina Raio de Sol): 4 e 18 de outubro, às 20h
Ser Tão Ariano (Cia Sopro-de-Zéferino, do Ária Social): 1 de novembro, às 20h

Teatro Arraial Ariano Suassuna
Isso é Pernambuco (Companhia Artística Jovens Encenam Cia. AJE de Dança): 4 e 11 de outubro, às 20h
Destramelar: 1 e 8 de novembro, às 20h
Dançando para Yansã, Balé Afro Raízes: 6 e 13 de dezembro, às 20h

Leia também:
Cadê as quadrilhas tradicionais?
Procissão e quadrilha na Zona Norte
Maratona de quadrilhas começa hoje
Quadrilhas para crianças e adultos
São João à antiga ainda existe

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Andrea Rego Barros/ Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *