Casa Forte perto do fim de alagamentos

O trânsito está meio complicado, nas imediações da Praça de Casa Forte, na Zona Norte. Mas é por uma boa causa. A praça – que é tombada e foi elevada à condição de Jardim Histórico – virou um dos pontos de alagamento do Recife. Nesse inverno, a qualquer chuvinha, ninguém passava. Teve dia que a água até cobriu  os tanques  idealizados por Burle Marx, naquele que foi  o seu primeiro projeto paisagístico. E a  praça virou muitas vezes um rio de  lama.

Diego ficou impedido de trabalhar na Praça de Casa Forte, devido aos alagamentos, e espera que obra dê  certo.

Quando o sol aparecia, no entanto, as ruas não voltavam ao normal com a esperada rapidez. Porque a água simplesmente não escoava. Ao  contrário, do lado direito (no sentido Dezessete de Agosto – Estrada do Encanamento), o “rio” passava dias para “desmanchar”.  E como os motoristas recifenses não são muito bem educados, tome banho de lama nos pedestres. E era água muito suja, porque aqui sempre as pluviais e as de dejetos se misturam em nossa cidade, carente de uma rede eficiente de esgotos.

Faixa da Prefeitura promete aos moradores que não haverá alagamentos na Praça de Casa Forte: expectativa grande.

A obra começou há mais ou menos um mês, na Avenida Dezessete de Agosto.  Mas só  durante essa semana chegou mesmo ao jardim histórico, onde as máquinas trabalham na instalação de galerias pluviais. A buraqueira está grande. Mas a faixa colocada em lugar bem alto e visível promete: “Casa Forte ainda melhor. Implantação de rede de drenagem para eliminar ponto de alagamento. A obra passa, mas o benefício fica”.

“Vamos ver se fica mesmo”, diz Diego Arruda Lins, que diariamente estaciona o automóvel ao lado da Praça, onde comercializa frutas, verduras e ovos. E diz que trabalhar ali em dias de chuva é um martírio. “Acho que em pelo menos cinco vezes, tive que voltar para casa esse ano”, conta. E acrescenta:” A água da chuva não escoa, chegou a cobrir o pneu da camionete”, afirma Diego. Ele tem razão. Faço Pilates em um empresarial ali na Praça, e teve dia de não conseguir chegar lá, por conta da rua inundada. Outra via, bastante movimentada da Zona Norte, que sofre com alagamentos no inverno é a Estrada das Ubaias. A qualquer chuvinha, a rua enche. E mistura tudo.

Leia mais:

Dejetos infectos em Casa Forte
Casa Forte e casarões em risco
Rua do Chacon é exemplo de cidadania

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.