Mudas nativas no Parque da Macaxeira

Já era tempo. Embora seja o maior do Recife – com seus dez hectares de área –  o Parque Urbano da Macaxeira conta com apenas três árvores boas de sombra. As caminhadas – ao contrário do que ocorre no da Jaqueira, no Treze de Maio e no de Santana – são feitas ao sol, porque a sua arborização é precária. Muitas plantas morreram no verão, por falta de irrigação. E mudas recentemente plantadas ainda não cresceram o suficiente para dar o conforto da sombra à população. Bonito que só  ele no inverno, com a grama verdinha devido às chuvas, o Parque ganhou 32 mudas de árvores nativas, na manhã de hoje.

Entre elas, ipê rosa, acácia (do tipo olho de pombo), pau-de-jangada, pau-formiga. Na verdade, o plantio não ocorreu pelo simples plantio. Mas para assinalar o Dia Nacional do Voluntariado, que transcorre nessa segunda-feira. Por esse motivo, o nome do lugar onde houve o plantio será Bosque da Solidariedade.  Isso para marcar o Transforma Recife, plataforma digital do voluntariado da cidade. São 420 organizações sociais e nada menos de 80 mil pessoas que atuam como voluntários no Recife. Que bom se além de solidariedade com as pessoas, houvesse, também solidariedade com a natureza, com nossos rios, nossas matas, com o verde de nossas praças, ruas e jardins, onde todos os dias a gente vê lixo sobrando e árvores mutiladas.

Que coisa feia, que fizeram com essa pobrezinha na entrada do Parque Urbano da Macaxeira, que ganhou mudas nativas.

Como essa da foto acima, que fica na entrada do Parque da Macaxeira.Vítima de uma poda radical, terminou quase morrendo.  Com o inverno, alguns galhinhos brotaram. Vamos ver se vingam no verão. No próprio Parque da Macaxeira, já houve dia de computar mais de 300 plantas mortas por descuido do poder público. Todas secas. Como ando muito naquele parque da Zona Norte, próximo à minha casa, ficava triste com o desperdício, porque muito do que se plantou morreu no verão, porque não havia como regar as mudas e o gramado.

Tomara que o bosque da solidariedade tenha um destino melhor do que a árvore da foto, símbolo do “arboricídio” que assola nossa cidade.“O Recife é a capital da solidariedade no Brasil. Os nossos projetos são reconhecidos nacionalmente e levados para outras cidades. Muitas pessoas têm sido ajudadas na nossa cidade pelo voluntariado e a gente está plantando um bosque inteiro, com 32 árvores, para celebrar esse dia e ter um local para nos encontrarmos todos os anos. Todo mundo que gosta de fazer trabalho voluntário e gosta de ajudar e serem ajudadas, vão poder se encontrar no Bosque da Solidariedade no Parque da Macaxeira”, disse o prefeito Geraldo Julio (PSB).

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *