Cenas da vida rural no Parnamirim

O Murilo La Greca sempre foi um dos museus mais descolados do Recife. Foi ali que vi uma das primeiras edições do Praia do Capibaribe. No evento, os jardins da instituição ficaram com ar tão informal, quanto o de uma manhã de sol, à beira-mar. Pena que a poluição do rio não nos permita transformar suas margens em ponto de encontro, com sombrinhas, cerveja, água de coco. Mas ficou a intenção. Ou melhor, o sonho. Pois agora, o La Grega abre as portas para mostrar a vida dos agricultores do Semiárido e da Zona da Mata de Pernambuco. Normalmente o homem do campo do Nordeste é mais visto como público alvo de programas sociais ou como motivo de estudo de sociologia, antropologia, economia.

Mas na mostra que inaugura nessa terça-feira, no Murillo La Greca, o tema é outro: Uma Deliciosa Teimosia em Ser Feliz, do fotógrafo e documentarista carioca João Roberto Ripper. Ao todo, serão expostas 20 fotos, que são fruto do trabalho realizado pela organização Centro Sabiá. Elas mostram novas práticas de produção na Zona da Mata, do Agreste e do Sertão de Pernambuco. Durante todo o tempo em que andou pelo interior, acompanhando esse trabalho, o fotógrafo registrou as dinâmicas da agricultura familiar, experiências de convivência com o meio ambiente e práticas de agroecologia, semeadas pelo Sabiá. A mostra tem Luciana Dantas  como curadora, com o design de Alberto Saulo Lima.

“Essa exposição vem de uma andança que faz parte de várias andanças, em que a gente vai cada vez mais entendendo coisas tão bonitas, feitas por populações conhecidas somente por suas grandes dificuldades. São pessoas que realmente lutam muito, seja na Caatinga ou na Mata. Mas, de uma amabilidade e de um querer ao outro fantástico, que me fazem pensar que elas têm a deliciosa magia de insistir em ser feliz”, explica João Roberto Ripper. Com o olhar sempre sensível e voltado para as classes populares, ele criou o Projeto Imagens do Povo, uma Agência-Escola de Fotógrafos Populares do Observatório de Favelas, localizada no complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro.

Serviço:
Exposição fotográfica Uma deliciosa Teimosia em Ser Feliz
Abertura: 15 de agosto, às 19h
Visitação: De segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14 às 17h, até o dia 15 de outubro
Local: Museu Murillo La Greca, na Rua Leonardo Bezerra Cavalcante, 366, Parnamirim
Entrada Gratuita
Informações: 3355-3126 (Murillo La Greca) ou 3223-7026 (Centro Sabiá)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Sara Brito/ Centro Sabiá

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.