Parklet volta ao Parque da Jaqueira

Atenção, pessoal. Não vale fazer a sujeira de antes. Eram tantos os descartes feitos indevidamente no parklet montado na Rua do Futuro, próximo ao Parque da Jaqueira, que – de repente – quem sentava lá via os ratos correrendo pelo chão. Então, sejamos civilizados, joguemos nosso lixo em locais adequados e evitemos deixar lá restos de comida. Se o cuidado da população não foi muito bom, a manutenção também deixou a desejar. E o parklet foi removido. Pois ele voltou nessa sexta-feira, e o recifense tem mais um ponto de convivência, valendo para toda a Zona Norte, e principalmente para os bairros dos Aflitos, Jaqueira e Graças.

No verão, o parklet deverá ficar cheio de gente, principalmente nos finais da tarde, quando o sol é mais ameno. Com esse excesso de chuva de julho, não dá para ficar lá. Mas quando setembro vier, vai ser uma festa. Segundo a Prefeitura, “a ideia do equipamento é trocar vagas de estacionamento de carros por espaços de convivência feitos em material reciclado”. O parklet foi produzido pela Ecohus Projetos, braço do Grupo Ecohus Brazil. A peça possui um tamanho de 10 x 2 m, o equivalente a duas vagas de carro. Possui jardineiras laterais, bancos com e sem encosto, feito em madeira mais resistente aos efeitos do tempo. “O objetivo foi criar algo com design simples e durável”, comenta Rafael Vaisman, diretor da empresa.

Se você quer um parklet perto da sua casa, veja aí como conseguir. Em 2015, o Prefeito Geraldo Júlio (PSB) assinou um decreto estabelecendo que os pedidos de instalação e manutenção de parklets poderão ser feitos por pessoa jurídica de direito público ou privado ou por pessoa física. Os pedidos deverão ser solicitados à Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano por meio da Divisão Regional da Diretoria Executiva de Controle Urbano onde o parklet será montado. Os Parklets Recife podem ter elementos como bancos, mesas, cadeiras, guarda-sóis, vasos de plantas, aparelhos de exercícios físicos, paraciclos ou outros elementos de mobiliário com função de lazer, recreação ou de manifestações artísticas.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Wesley D´Almeida / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.