Policial militar devolve papagaios

Adorei essa notícia. Ela mostra como é importante a educação ambiental. E também a responsabilidade do poder público em conscientizar a população nesse sentido. Muita gente, ainda hoje, tem mania de ter papagaio em casa. Mas manter animal silvestre em cativeiro é crime, e pode render multas que variam de R$ 500 a R$ 5 mil por indivíduo. Pois um policial militar residente na área rural do Sertão, decidiu entregar os três papagaios que tinha em casa ao Estado.

E o fez após ter levado o filho para assistir a uma palestra sobre o assunto em Petrolina, cidade localizada a 769 quilômetros do Recife. Os papagaios eram criados na residência do policial há três meses, depois que foram pegos na caatinga do município de Floresta que, como Petrolina, fica no Sertão do São Francisco. Há duas semanas, o militar acompanhou seu filho a uma visita ao Centro de Conservação e Manejo da Fauna da Caatinga (Cemafauna), da Universidade Federal do Vale do São Francisco. Sensibilizado, decidiu pelo fim do cativeiro das aves. Resolveu entregar os bichinhos ao Estado, para que sejam devolvidos à natureza.

O encontro no Cemafauna foi organizado por uma instituição religiosa de Petrolina, com palestra de ambientalistas sobre a importância da preservação das espécies, com foco na fauna da caatinga. Os papagaios deverão ser transferidos para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), que pertence à Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh). O Cetas Tangara fica no bairro da Guabiraba, no Recife, onde mais de 5 mil animais foram recebidos este ano e mais de mil já foram reintroduzidos ao ambiente natural. Também conhecidos como papagaios verdadeiros, os bichos devolvidos pelo policial são da espécie Amazona aestiva.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / Cprh

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *