Cida Pedrosa e “As Filhas de Lilith”

Sertaneja de Bodocó, advogada com militância entre os trabalhadores rurais – área que atuou entre 1988 e 2003 – Cida Pedrosa responde atualmente pela Secretaria da Mulher, na Prefeitura do Recife. Na gestão passada, ela ocupou a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, deixando marcas na sua atuação: o Jardim do Baobá, o Cais do Imperador e o Jardim Botânico do Recife, este completamente reformado, e já inscrito entre os melhores do Brasil.

Soube usar com muita competência recursos provenientes dos créditos de carbono, antes tão esquecidos. Política que só ela – é filiada ao Partido Comunista do Brasil – Cida é, também, poetisa de mão cheia.  Na década de 1980, chegou a coordenar o Movimento de Escritores Independentes de Pernambuco, quando promovia recitais de rua e viabilizava publicações alternativas.

Entre os livros por ela publicados, encontram-se Restos do Fim, Cavaleiro da Epifania, Cântaro, Gume e Claranan. Hoje à noite ela ocupa o Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam), para  lançar a nova edição de As Filhas de Lilith. O livro foi inicialmente publicado há oito anos, e possui 26 poemas, que falam de coisas de mulher, não com visão romântica, mas realista diante da permanência do machismo, da violência de gênero, da sociedade ainda conservadora.

As Filhas de Lilith gerou quase 30 curtas-metragens, debates nas escolas e universidades, virou alvo de pesquisas acadêmicas, ganhou releituras até em formatos de cantoria. Também inquietou as feministas, que achavam que a discussão dos seus poemas sobre a mulher deveria ser mais ampla e não apenas limitada às questões do corpo. Pois hoje é dia de conferir tudo isso. Porque As Filhas de Lilith volta ao mercado com ilustrações de Tereza Costa Rego – outra mulher incrível (e olha que eu não gosto de usar adjetivos). E  traz um CD com os curtas que o livro inspirou. O início da festa está marcado para 18h, e será marcado por recitais. O Mamam fica na Rua da Aurora, 265, Boa Vista.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.