Parem de derrubar árvores (37)

A denúncia é da assistente social, Sofia de Paula Lopes, moradora do bairro do Derby que, como eu, gosta de andar a pé pela cidade. Essa semana ela telefonou aqui para o #OxeRecife, para dizer que uma árvore foi barbaramente trucidada, na Rua das Crioulas, no bairro das Graças. Ela ficava em frente a um templo evangélico, ainda em construção.

Sofia me deu a informação na noite da segunda-feira, em um horário, portanto, ruim para fotografar. Como vocês sabem, todas as denúncias de árvores assassinadas aqui no nosso Blog possuem endereço, data e foto. Ao final do ano será feito um balanço do prejuízo ambiental. Estive lá na manhã do dia seguinte, mas os pedaços do tronco da árvore já haviam sido recolhidos.

Até mesmo o toco que é habitualmente deixado nas calçadas tinha sido levado. Mas os restos mortais estavam lá, as folhinhas  ainda  verdes espalhadas pelo chão. O buraco na calçada denunciava que as raízes foram arrancadas. Sofia acredita que eram duas árvores, mas não consegui ratificar esse número com moradores da rua. “Infelizmente estão derrubando tudo no Recife. Como ando muito também, vejo tocos que não acabam mais pelas calçadas”, diz Sofia. Ela informa que em rua próxima à que reside, uma árvore linda e adulta foi “totalmente sacrificada” há dois meses. “Aparentemente sem motivo”. E explica:

“Ela ficava na Rua Feliciano Gomes, quase vizinha à  rua que resido, a Baixa Verde. Vivia cheia de entulhos nas raízes, e reclamei da situação à Emlurb. Um dia vieram fazer a limpeza, mas depois arrancaram tudo, literalmente. Foi uma coisa estúpida”, desabafa Sofia, que não entende até hoje o motivo do “assassinato” da árvore que, segundo ela, não atrapalhava a fiação aérea. “Era linda, dava sombra e é dessas que demora muito a crescer”, conta a assistente social, indignada com a motosserra insana. #ParemDeDerrubarÁrvores

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.