Jardim Botânico amplia serviços

Já era bom, e ficou melhor ainda. Um dos recantos mais aprazíveis da nossa cidade, com seus 10,7 hectares de Mata Atlântica, o Jardim Botânico do Recife ganhou mais dois atrativos: lanchonete e lojinha de artesanato. Funcionando de terça a domingo, das nove às 15h30m, com entrada gratuita, o espaço tem jardins temáticos que encantam os visitantes. São sete: cactos, bromélias, orquídeas, palmeiras, plantas medicinais, tropical e sensorial. Agora, conta com mais dois equipamentos que podem motivar os visitantes para que permaneçam por mais tempo, em tão bucólico local.

Os dois equipamentos funcionam a partir desta semana. A lanchonete fica perto do Centro de Conveniência. Já a loja de artesanato é logo na entrada. O objetivo é oferecer produtos sustentáveis e naturais que não agridam o meio ambiente e contribuam para a saúde das pessoas. Na lanchonete, por exemplo, o cardápio foi montado sem uso de alimentos processados. Há oferta de biscoitos, tapiocas, escondidinhos de macaxeira, saladas de frutas, sucos naturais. Os preços ficam entre R$ 2 e R$ 8. A lanchonete funciona de quinta a domingo, das 9h às 15h30m.

O Jardim Botânico ganhou lojinha de artesanato e lanchonete: preocupação com a sustentabilidade.
O Jardim Botânico ganhou lojinha de artesanato e lanchonete, e as duas mostram a preocupação com a sustentabilidade.

A loja de artesanato só abre aos sábados e domingos, e também marca a atuação pela preocupação com a sustentabilidade. Dispõe de peças feitas a partir do reaproveitamento de produtos da natureza. Ou que possam ser reutilizados diversas vezes, a exemplo do alumínio. O projeto decorre de parceria do Jardim Botânico do Recife com o Programa de Desenvolvimento do Artesanato. O Prodarte, como é mais conhecido, apoia a produção de artesanato como gerador de renda, e foi responsável pela seleção de produtos que estão à venda no JBR.

A gerente da Unidade de Conservação, Zenaide Nunes, explica que oferecer uma alimentação saudável aos visitantes ratifica a responsabilidade que o JBR tem de aproximar o homem da natureza. O JBR é sempre visitado por colégios. Visitas isoladas não precisam ser previamente acertadas. Mas grupos com 10 a 30 pessoas que desejem acompanhamento de monitor devem agendar pelos telefones (81) 3355-0002 e 3355-0000. Há trilhas monitoradas e exposições. O espaço abriga um corpo técnico que realiza pesquisas voltadas à botânica, restauração florestal e conservação da biodiversidade da Mata Atlântica. Bem que o Jardim do Baobá, que fica no bairro das Graças,  também poderia contar com serviços como a oferta de lanches naturais e educação ambiental.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *