Alunos de escola estadual em Bezerros desenvolvem aplicativo para Fenearte

Olha aí, gente, a meninada acontecendo. Anotem esses nomes: Gilberto Mateus, José Inácio, Júlio César, Samuel e José Anderson.  São todos do Agreste, e estudam em escola pública. Suas idades vão de 17 a 20. Pois eles acabam de concluir o aplicativo Fenearte 2017, plataforma criada para facilitar a circulação de visitantes na décima oitava edição da maior feira de artesanato da América Latina, e que acontece entre os dias 6 e 16 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco. O aplicativo disponibiliza informações sobre a programação completa do evento, os locais exatos dos estandes com seus respectivos expositores.

E ainda mostra peças disponíveis com os preços. O grupo, que pertence à rede estadual de ensino, vem se destacando no desenvolvimento de ferramentas virtuais. Essa semana, os garotos estiveram no Palácio do Campo das Princesas, onde apresentaram a nova ferramenta ao Governador Paulo Câmara (PSB). “Esses meninos mostram que as oportunidades são portas para a construção de um futuro melhor para o nosso povo”, afirma o socialista. “Como governador, é muito bom ver o surgimento de experiências como essas que mostram que Pernambuco está no caminho certo, ao não medir esforços para investir em educação”, afirma o gestor. Os estudantes foram recebidos por Cãmara e pela primeira dama, Ana Luiza Câmara.

A plataforma foi elaborada para facilitar a circulação de visitantes e feirantes na Fenearte. E disponibiliza  informações como programação completa do evento, locais exatos dos estandes dos expositores, além das peças disponíveis e os respectivos preços. O aplicativo estará disponível para o download na  próxima quinta-feira. E é gratuito, sendo fruto de um mês de dedicação diária de cinco alunos do terceiro ano do Ensino Médio do curso de Manutenção e Suporte em Informática da Escola Técnica Estadual (ETE) Maria José Vasconcelos, que fica no município de Bezerros, a 107 quilômetros do Recife.

Os meninos são: Gilberto Mateus (17), José Inácio Neto (20), Júlio César (17), Samuel Oliveira (17) e José Andreson (17). Os estudantes estiveram sob supervisão do coordenador do curso, Paulo Henrique Ramos. Prático, o aplicativo tem nove seções: Fenearte, Alameda dos Mestres, Espaço Interferência, Expositores, Programação, Salões e Galeria, Serviços, Como Chegar? e Fale Conosco. Por meio desses links, é possível saber, por exemplo, sobre a história da Fenearte, quem é o responsável pelo evento ou o período em que ocorrerá a feira. O visitante também pode saber os nomes dos artesãos que estarão expondo na feira e um pouco do trabalho deles.

Leia também:
 A menina que salvava livros

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Aluísio Moreira / Divulgação / Governo de Pernambuco

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.