Solange e Kátia salvam iguanas

Duas mulheres de almas lindas: Solange Maria da Silva e Kátia Maria da Silva deixaram seus afazeres domésticos para cuidar de duas iguanas. Os animais foram encontrados em um terreno, entre as praias do Janga e Pau Amarelo, no município de Paulista, onde a devastação das matas é cade vez maior, ao ponto de dispersar os animais silvestres.

Uma das devastações para construção de um condomínio foi tão gritante, que a Cprh embargou a obra. No local, havia uma mata de paus-de-jangada, árvore considerada em extinção em Pernambuco. As iguanas estavam em um terreno, quando as duas mulheres viram  que alguns desalmados estavam maltratando os bichinhos. Recolheram os lagartos, colocaram em uma gaiolinha e levaram para o Horto de Dois Irmãos, onde pretendiam que os animais ficassem.

Lá foram informadas que quem cuida de animais achados no meio da rua ou em cativeiro irregular é a Agência Estadual de Meio Ambiente (Cprh). Pois elas não desistiram. Depois de rodarem quase 30 quilômetros, enfim, acharam um destino menos arriscado para a dupla. Os bichinhos já estão no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara) e serão devolvidos à natureza no momento oportuno. Dia desses, vi uma cena comovente em Casa Forte: o flanelinha Nilson Francisco protegeu com o próprio guarda-chuva uma cadelinha acidentada, enquanto chovia. Ficou todo molhado, mas resguardou a cachorrinha de mais um sofrimento.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Cprh / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *