Cildo: “Peles do Rio” entre os viadutos

Hoje é dia de Cildo Oliveira. Pernambucano residente em São Paulo há 42 anos, que está inaugurando a exposição Identidades e Diferenças, na Galeria Arte Aplicada, naquela que é a maior metrópole brasileira. A festa já começou. E vai até  o final da tarde desse sábado. Apesar de morar naquela selva de concreto e viadutos, o artista visual não esquece suas raízes, vivências, história e memórias de Pernambuco.

Por esse motivo, o Rio Capibaribe, a presença holandesa – que foi muito forte no Recife  no século 17 – e a iconografia indígena servem de inspiração para a mostra, que está dividida em duas séries:  Peles do Rio  e Narrativas Míticas. Em ambas, o artista trabalha utilizando como suporte papel que ele mesmo produz, o que termina por atribuir grande delicadeza ao seu trabalho. É que em uma das séries, ele usa papel finíssimo que obtém a partir de saquinhos de chá inglês.

Em Barcos, da série Peles do Rio, Cildo Oliveira se reporta ao Capibaribe e sua história.
Em Barcos, da série Peles do Rio, Cildo Oliveira se reporta ao Capibaribe e sua história: trabalho de muita delicadeza.

E sobre esse papel manufaturado,  recria imagens que nos reportam ora aos livros da nossa história, ora à natureza exuberante dos tempos do Brasil colônia. Ele desenvolve a técnica há três décadas, tempo suficiente para amadurecer a simbiose entre o papel manufaturado e a expressão do seu grito interior e ancestral.

No ano passado,  Cildo esteve no Recife, onde fez uma conferência sobre Arte Contemporânea. Deu show. Todo mundo saiu da palestra – eu inclusive – sabendo um pouco mais sobre o fascinante e dinâmico universo da arte através do mundo. Palmas para ele. O Recife aguarda a mostra Identidades e Diferenças de Cildo. Enquanto ela não chega, alguns dos seus trabalhos podem ser vistos na ArteBa Espaço Contemporâneo, que fica na Rua Marechal Rondon, 305/202, Poço da Panela.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Marcelo Chechik

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.