TRT vai compensar árvores derrubadas

O Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região garantiu hoje que compensará a erradicação de dez árvores no seu estacionamento, com o plantio de mudas em número dobrado. A denúncia sobre a ação da motosserra foi feita no #OxeRecife no Dia Internacional do Meio Ambiente. A ação foi autorizada pela Prefeitura. De acordo com o TRT6, as árvores derrubadas seriam nove, mas a quantidade aumentou depois que servidores municipais constataram risco de cair em uma delas. A remoção foi necessária, segundo o TRT, devido a uma construção para melhorar a acessebilidade do prédio.

” Para atender as exigências normativas, o projeto previu a supressão de nove árvores e a compensação em DOBRO. Após a visita da equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, da Prefeitura da Cidade do Recife, foi identificada a necessidade de se acrescentar, por risco de queda e dano, a remoção de mais uma, totalizando 10 árvores”, confirma nota enviada ao #OxeRecife, que faz a a campanha Parem de derrubar árvores, contra a motosserra insana que assola a nossa capital.

De acordo com o TRT6, as erradicações eram necessárias para construção de estrutura que melhore a acessibilidade do prédio. “Cabe esclarecer, de logo, que as reformas – cujo projeto se encontra em andamento desde o ano passado – que ensejaram a remoção das árvores em questão atendem às exigências atuais de acesso universal previstas nas normas que dispõem sobre acessibilidade, como ABNT-NBR-9050/2004 e a Recomendação nº 27/2009 do Conselho Nacional da Justiça (CNJ)”.

O TRT justifica as plantas ameaçavam a segurança do público e servidores: “ O risco iminente de queda, colocando em risco a vida e integridade física dos que tramitam pelo Regional (jurisdicionados, advogados, magistrados e servidores) e nivelamento das guias, a fim de proporcionar condições de acessibilidade aos que utilizam o prédio do TRT6, atendendo, dessa forma, às exigências atuais de acesso universal, como já dito acima”. Ao todo, a ação contou com três autorizações oficiais. Só falta saber quando será o plantio das 20 mudas para compensar o estrago.

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.