Livro conta lendas do Sertão

A jornalista Raphaela Nicácio vai fazer sua estreia na literatura com o lançamento do livro infantil “Seu Joaquim e dona Maria – Os famosos contadores de histórias do Vale do São Franscisco”,  no dia 11 de maio, às 17h, na Biblioteca Pública do Estado. É um livro que foi escrito sob a inspiração das lendas conhecidas nas cidades do Sertão de Pernambuco por onde passam o Velho Chico. Na história, crianças se reuniam à noite para ouvir os contadores falarem do Negro D’água, do Galo de Ouro, Lobisomem, Sereia do Rio e o Copa Alta. Esse último, um ser medonho, que reside no alto dos umbuzeiros.

Leia também:
Memórias afetivas, “praia do sertão”, rendas, bilros e primeiro amor
Livro “Roliúde”chega ao sambódromo

O livro, com 64 páginas e ilustrações de Reinaldo Carvalho (Rei Cartunista), chegará às mãos do leitor com uma referência: foi menção honrosa no Prêmo Elita Ferreira – Literatura Infantil, da Academia Pernambucana de Letras, no ano de 2013. Editado com recursos próprios, foi impresso pelas Edições Novo Horizonte. Trata-se de um livro que Raphaela Nicácio começou a escrever na infância, sem qualquer pretensão. Ela ia anotando as lendas que sua avó, Maria Madalena, contava e que despertaram na menina o desejo de narrar. Na fase adulta, encontrou o caderno de anotações que julgava não mais existir e tratou de reescrever as lendas que estavam ali registradas.

Raphaela Nicácio é recifense, formada em jornalismo, e quando menina contava as horas pra chegarem as férias escolares. Época do ano em que a menina criada dentro de apartamento viajava para o município de Belém do São Francisco. E lá vivia a liberdade que só uma cidade do interior permite. A sua avó, a Maria do título do livro, que nascera na Fazenda Canabrava, residia na cidade. À noite, sem ter opção de lazer, além da televisão, contava as histórias que deixavam Raphaela muito impressionada.  Os relatos não só descortinavam a fantasia na cabeça da garota como também iam estruturando nela o desejo de registrá-las na forma escrita.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.