Praia do Porto da Barra: paraíso urbano

Ao contrário da minha cidade, o Recife, que só possui duas praias – Pina e Boa Viagem – a Capital da Bahia tem, pelo menos, treze. Mas a que mais gosto de frequentar é a do Porto da Barra,  que fica entre dois fortes históricos, o de Santa Maria e o de São Diogo, ambos datados do século XVII. Da praia, a gente se defronta, ainda, com o Farol da Barra. De quebra, estamos de frente para a Ilha de Itaparica. Por aí, já é possível se imaginar a paisagem deslumbrante na qual mergulhamos, sem falar no mar manso, muito azul, e de águas transparentes.

Impossível comparar com Boa Viagem, que frequento todos os finais de semana, e que, como a Barra, também é uma praia urbana. Que aliás, considero como uma das melhores do Brasil. Mas a Barra e principalmente o Porto da Barra, possui uma peculiaridade: ao contrário daquele famoso cartão postal do Recife, onde a beira-mar está virando uma selva de concreto, o paraíso urbano baiano é diferente. Na beira da praia, não há arranha-céus, como os que vemos no Recife, embora já se observe espigões a distâncias não muito grandes, como o que vem sendo construído ao lado da Igreja Nossa Senhora da Vitória, que fica em outro bairro.  Da praia, já se vê o estrago que ele causa na harmonia do patrimônio arquitetônico da região.

A manutenção de equipamentos urbanos na Barra é permanente. Pelo visto, não se espera que os equipamentos fiquem deteriorados para
A manutenção de equipamentos urbanos na Barra é permanente, e não só quando eles já estão muito deteriorados. Ao contrário, portanto, do que ocorre no Recife.

No Porto da Barra, por exemplo, não vi um só prédio com mais de oito andares. Pelo menos no pedaço onde passei hoje uma maravilhosa manhã, ao lado dos amigos Fernando Batista (de Pernambuco) e Beatriz Muniz (da Bahia). Já em Boa Viagem, tem prédio com 40  ou mais pavimentos, em plena beira-mar. O acesso de automóveis até o Porto da Barra também está limitado.  Foram implantados equipamentos urbanos com prioridade para o pedestre: pequenas jardineiras, banquinhos, e passarela para todo mundo andar, sem medo de ser feliz. A passarela virou uma festa. Inclusive para turistas.

Na praia, no entanto, não vi ambulantes com cestinhos, para depósito de lixo, como ocorre em Boa Viagem. Misteriosamente, a areia do Porto da Barra estava muito mais limpa do que naquela praia da Zona Sul do Recife. E no domingo, mesmo de noite, a praia estava superlotada, com gente na água, sem medo de tubarão. Parecia até uma manhã de verão, na praia de Boa Viagem, no Recife. Além do Porto da Barra, Salvador tem um leque grande de opções, como Praia do Farol da Barra, Ondina, Buracão, Rio Vermelho,  Pituba, Jardim de Alá, Armação, Jaquaribe, Piatã, Itapuã, Stella Maris, Flamengo.

(Texto e fotos: Letícia Lins)

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.