Capivaras aparecem no asfalto na Jaqueira

Primeiro, foram as preguiças que começaram a aparecer no asfalto. Agora, chegou a vez das capivaras. Embora elas fossem muito comuns no Recife do passado, hoje ainda aparecem. Mas é um fato tão raro, que viram notícia de jornal, como aconteceu no ano passado, quando foi vista uma família, perto do Sport Club do Recife.

Agora é a vez do internauta Leonardo Sampaio, que nos envia uma foto do mamífero, passeando   perto do Parque da Jaqueira,  rente ao asfalto.  “Encontrei essas capivaras, na Avenida Rui Barbosa, em plena calçada, junto ao Rio, em Frente ao Parque da Jaqueira. Estão sendo caçadas em pleno Rio das Capivaras, fugindo da Ilha do Temporal, e sendo esfoladas atrás do Hiper Bompreço”.

Essa foi a informação que ele deu. Alô, alô, CPRH!  Alô, alô, Cipoma. Como vocês sabem, Capibaribe quer dizer Rio das Capivaras, porque o mamífero adora lugar que tem água, e por esse motivo era visto em abundância, antes do excesso de urbanização da cidade. Eles ainda são observados  em bairros mais afastados, como o de Apipucos, não só na beira do Rio Capibaribe como nas proximidades do Açude.

Para os biólogos, uma capivara isolada, ou companhia de duas ou de três mau sinal. Porque esses animais gostam de andar em grandes grupos.  O bicho também é lembrado no Jardim do Baobá, onde uma placa da Prefeitura assinala: “Neste local, no dia 28 de março de 2016, à sombra desse majestoso baobá, árvore sagrada dos povos africanos, foi dado o primeiro passo para a implantação do Parque Capibaribe – Caminho das Capivaras”. Do jeito que vai, de capivara mesmo, só vai restar a lembrança.

(Texto: Letícia Lins / #OxeRecife)

(Foto do leitor /  Leonardo Sampaio)

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.